Educação

teatro-do-sopro

Status: Em captação

TEATRO DO SOPRO

O Teatro do Sopro é uma startup social brasileira, voltada ao desenvolvimento da inteligência emocional. Ele usa a linguagem artística do palhaço para desenvolver relacionamentos baseados na confiança entre indivíduos inseridos no ambiente empresarial, educacional, social e de saúde hospitalar. Isto acontece a partir de intervenções personalizadas, grupos de treinamentos e campanhas de sensibilização, usando a linguagem artística do palhaço para desenvolver inteligência emocional, empatia e criatividade.

A idealização deste projeto surgiu da percepção de que no mundo globalizado atual, choques interculturais e interpessoais estão cada vez mais comuns. Tornou-se necessário o desenvolvimento da capacidade de adaptação por parte das pessoas, saber explorar todas as possibilidades.

A parceria com a Fundação Femptec começou junto a um dos módulos de intervenção do grupo, o projeto Uma Bela Visita. Ele consiste na versão brasileira do projeto La Belle Visite, criado por Olivier Terreault no Canadá, onde um casal de palhaços mergulhados no universo dos anos 30 a 50 visitam idosos com perda de autonomia em instituições de longa duração e hospitais. O grande objetivo do projeto é favorecer a comunicação e integração de pessoas idosas com demência em seu ambiente de convívio, promovendo uma melhora na qualidade de vida destes idosos, dos cuidadores e de seus familiares.

A Fundação Femptec atuou na captação e gestão deste projeto, inicialmente. Com o tempo a parceria foi aumentando, e hoje somos responsáveis pela gestão de todo o projeto e suas diferentes esferas de atuação, além de atuar ativamente na captação de recursos e no planejamento estratégico do projeto. Recentemente criamos uma nova linguagem visual e verbal, traduzida na logo e no site da iniciativa, no intuito de transmitir todo o conteúdo, embasamento e potencial de impacto positivo do Teatro do Sopro.

 

INTERVENÇÕES

Saúde: O Teatro do Sopro promove intervenções relacionais e culturais a partir do encontro com pacientes, familiares e equipe. São intervenções adaptadas para crianças e idosos diagnosticados com perda de autonomia e demência, proporcionando a melhora nas relações entre os pacientes e seus familiares e cuidadores, contribuindo para o aumento da qualidade de vida destas pessoas.

Empresas: O Teatro do Sopro realiza conferências motivacionais e lúdicas, com o intuito de estimular a transformação pessoal e a capacidade de liderança e resolução de conflitos dentro das equipes, proporcionando um ambiente de trabalho mais positivo e gratificando. Os encontros são adaptados de acordo com a necessidade das empresas.

Educação: O Teatro do Sopro promove ações de formação, palestras e intervenções. A escola de formação de palhaços é voltada para artistas profissionais, iniciantes e curiosos, visando estimular o desenvolvimento e o crescimento da arte do palhaço, estimulando a realização de espetáculos artísticos de impacto social.

Sociedade: O Teatro do Sopro também realiza encontros em comunidades carentes com o objetivo de minimizar os conflitos e tensões sociais, fundamentadas em preconceitos. A arte do palhaço é empregada de forma a proporcionar o encontro de realidades diferentes, levando a melhoria do convívio social.

 

IMPACTO:

  • Contribui para uma percepção mais positiva do idoso em geral, e especialmente da pessoa com demência, para melhorar a integração e qualidade de vida;
  • Melhora a compreensão da doença do ponto de vista do portador e de seus familiares;
  • Demonstra que existem modos de comunicação possíveis para continuar uma relação com a pessoa com demência, e então que ela continua a ter direitos e uma capacidade de aceitar seu ambiente;
  • Aprimora as noções de resiliência, empatia e consciência expandida, para cada cidadão se perceber mais com um agente positivo de mudança;
  • Melhoria na qualidade de vida no ambiente corporativo
  • Estimula o desenvolvimento de capacidades importantes aos funcionários das empresas, que se tornam mais eficientes e capazes de resolver conflitos num mundo empresarial cada vez mais complexo e multicultural.
  • Promove a qualificação e formação de palhaços profissionais
  • Minimização dos conflitos e tensões sociais fundamentados em preconceitos e marginalizações, utilizando a arte do palhaço para proporcionar o encontro desses “mundos”.

 

 

LEI ROUANET

Este projeto já está em andamento, mas a principal atuação da Fundação Femptec na parceria é a captação de recursos. Com nosso trabalho, conseguimos a aprovação do projeto na a Lei 8.313, conhecida como Lei Rouanet, no Artigo 18.

O apoiador de um projeto enquadrado no Artigo 18 deduzir 100% do valor investido, desde que respeitado o limite de 4% do imposto devido para pessoa jurídica e 6% para pessoa física.

Como incentivar

Passo #1

Empresas tributadas em lucro real podem investir em projetos culturais aprovados pelo MinC na Lei Rouanet , deduzindo até 4% do IR devido. Pessoas físicas contribuintes do Imposto de Renda podem investir em projetos culturais aprovados pelo MinC (Ministério da Cultura) na Lei Rouanet, , deduzindo até 6% do IR devido.

Passo #2

O investidor deve depositar o valor desejado para o patrocínio na conta bancária do projeto (aberta e supervisionada pelo MinC) até o último dia útil do ano corrente. Após o depósito, a entidade ou pessoa que propôs o projeto irá emitir um recibo e enviar ao patrocinador, sendo que este servirá como comprovante para que a renúncia fiscal se efetue.

Passo #3

O ressarcimento do patrocínio feito virá no ano seguinte, na forma de restituição ou abatendo do valor do IR a pagar.

Voltar